Decoração Dicas Organização

A melhor forma de cultivar, plantas ou uma pequena horta em casa

Quem ama plantas sempre arruma um jeitinho de colorir e deixar os ambientes da casa cheios de vida e beleza. Elas despertam todo esse sentimento positivo em cada pessoa que você recebe e deixa no ar uma sensação de bem estar.

E embora muita gente queira criar um clima como esse em casa, nem todas sabem a melhor maneira de cultivá-las e mantê-las bonitas por muito tempo. O segredo para isso é escolher as plantas certas para cada ambiente e de acordo com o seu estilo de vida. É importante frisar também que nem todas as plantas podem ser cultivadas dentro de casa.

O primeiro passo é saber onde você vai colocá-las. Saber se há incidência ou não do sol e também se o local venta é muito importante para a manutenção da saúde da planta.

Nem todas precisam de sol, como por exemplo o Antúrio e o Lírio-da-Paz. No entanto, é necessário que essas espécies fiquem em ambientes com bastante claridade. Você pode até cultivá-las em apartamentos, desde que fiquem próximos à janelas ou portas.

Para identificar as plantas que não precisam de sol, basta perceber uma característica comum: elas não possuem muitas cores. Normalmente tem, no máximo, duas cores e são predominantemente verdes escuras, ou verde e branca misturadas.

Uma planta para cada ambiente:

Se o Banheiro tiver um pouco de claridade, você pode escolher a violeta, que é um tipo de flor que gosta de bastante umidade, assim como a Árvore da Felicidade e a Rafis (palma-de-cristo). Lembrando que nunca é bom deixar essas plantas muito próximas do chuveiro por conta do vapor quente.

Se você prefere deixar a Sala florida e colorida, as plantas resistentes são as mais indicadas. As Orquídeas Borboleta e Sapatinho são ótimas opções. A primeira se adapta muito bem a locais fechados e com ar condicionado. Já a segunda gosta muito de sombra e pode ficar em locais abertos que não batam sol.



Na Cozinha nada melhor do que plantar uma hortinha, cheia de temperos para dar sabor aos seus pratos. Mas tome cuidado! Essas espécies precisam tomar sol na medida certa. O ideal é que fiquem expostas ao sol durante quatro horas por dia.

Além disso, cada tempero precisa estar em um recipiente diferente: Manjericão e Alecrim precisam ficar em um vaso maior porque crescem bastante. O ideal para cada um deles é um vaso de 30 centímetros. Já o hortelã produz brotos em suas raízes e precisam ficar em um lugar à parte.

Dicas especiais para o cultivo:

– Use vasos com furos para ajudar a escoar a água e a evitar a proliferação do Aedes aegypti. Se a planta estiver na varanda e lá bater bastante vento, você pode optar pelos vasos de plástico, que retém um pouco mais de água;

– Opte pela terra vegetal, que está livre de bactérias, fungos e ervas daninhas;

– Adube a terra a cada três meses, respeitando o que cada embalagem diz para ser feito;

– Regue a planta frequentemente. Se a terra já estiver úmida, dose a quantidade de água. Nunca faça isso quando o sol estiver incidindo diretamente na planta e a terra estiver quente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *